Pra sempre

Não, eu nunca amei como as outras pessoas, eu nunca tinha amado pra ser sincera. Eu gostei de alguns caras, mas foi isso, me apaixonei por outros, mas foi isso. Nunca assim, nunca com essa intensidade, nunca de verdade. Eu não abominava o amor, só percebia que ele não tinha sido feito pra mim, só sabia que eu não teria o meu cara, e olha que nunca procurei por um princípe, beleza e um jeito normal, bem sucedido não me atraem. Não era pra ser tão difícil, mas era.
Eu não queria casar, eu não queria ter filhos, não queria uma compainha pro resto da vida, uma casa, nada disso. Eu queria ter uma profissão, uma carreira, dinheiro pra viajar, conhecer o mundo, viver com intensidade, ter muitos amigos, muitas paradas, casos de uma noite e um bilhete no café da manhã, queria independência, liberdade, sem compromisso, meu único compromisso sempre: amizade. E sempre invisto, me preocupo, cuido dos que assumem isso comigo, mas nada mais. Relações, nunca foram meu forte.
Ai, - toda história tem um ai de reviravolta - apareceu ele.
A primeira vista, não esperava muita coisa, um amigo, como tantos outros, mas esse cresceu. E uma hora eu tive que decider, se deixava isso crescer mesmo, pela primeira vez, se eu ia tentar, de novo, me entregar, ou se ele ia ficar ali. Eu deixei, eu acreditei no sentimento, nele e em mim. Eu me apaixonei, e pela primeira vez, de verdade, de uma maneira que até então não era possível, não pra mim, eu o amei. Eu o amo, com todo o coração, com tudo que há em mim, e não preciso de nada mais.
De repente, não por um cara, mas por tudo que eu sinto, por tudo que eu acredito, pelo que nós podemos ter, eu fico um tanto parecida com as outras mulheres. Não um casamento, mas dois, igreja e um ao ar livre, desenharei meus vestidos de noiva, decoração, desejo uma aliança em meu dedo e uma promessa de ficar com ele pra sempre, porque tudo existe quando nós acreditamos, até mesmo o pra sempre. Eu quero filhos, eu sei que ele vai ser um ótimo pai, e que as crianças vão gostar mais dele, ele tem todo esse jeito família, ele tem toda essa preocupação, um cuidado, um coração tão bom. Eu quero ele todo, e tudo que vem dele.
Todos os sentimentos e sensações. O quero como amigo, como amante, como companheiro, como conselheiro, como um matador particular de baratas, como músico, como marido, como pai para meus filhos, e de qualquer outra maneira que ele possa vir.
Eu acho possível que qualquer um encontre um amor verdadeiro, pois encontrar um amor, não é tão difícil, o amor sempre vai te encontrar, mas vem de você acreditar e fazer com que ele seja verdadeiro. E espero que ele ainda seja meu, e que eu possa viver com ele pra sempre, pelo menos o meu pra sempre.

Um comentário:

  1. eu amei uma vez na minha vida,e continuo amando até hoje !

    ResponderExcluir

Obg! pela visita :)
volte sempre ♥