Compartilhe

Sim, eu amo livros, histórias e afins. E não que eu acredite simplesmente em finais felizes, ou que as pessoas vivam felizes para sempre - ser feliz por um dia inteiro perto de alguém já é bem difícil - mas eu não sou assim, tão cética, como não sou tão sonhadora. Acho que meu realismo é na medida. Na medida certa que me deixa acreditar nos romances que enchem meus olhos de lágrimas e me preocupam como se eu realmente conhecesse os personagens, tanto que eu os permito fazer parte da minha vida enquanto minha mente conseguir manter seus nomes e características vivos.
Acho que a gente pode ser feliz com alguém, o quanto a gente quiser, pra ser sincera.
Sei que em muitos casos a vida atrapalha, ou ela nos concede alguém para armar contra a nossa felicidade, mas tantas e tantas vezes são as próprias pessoas que lutam contra a própria felicidade.
Estar junto não é fácil, ser casal não é fácil, não é nada fácil.
É encontrar a tênue linha entre mandar e se submeter, é saber quando ceder, quando expor e como falar isso, é valorizar que está com você, ter coragem de dizer o que precisa ser dito, ter coragem de encarar a mesma pessoa todo dia - quando você acaba de acordar, quando chora, quando está sem maquiagem ou depois de dizer muita merda - é ser companheira de verdade, é agir com alguém que você leva tempo para conhecer como você age com seus familiares, é tornar essa pessoa seu familiar bem antes de compartilhar um teto ou o sobrenome.
Pra mim, é principalmente isso: compartilhar.
É ter vontade de compartilhar até aquelas ideias idiotas que você tem vergonha de dizer até para você mas acaba contando e rindo junto, e mesmo sabendo que ele sempre irá comentar aquilo com você, ele jamais falaria perto de outra pessoa porque respeita o espaço de vocês.
É difícil encontrar alguém assim, e mais difícil ainda conviver.
Se as vezes eu não me suporto, como posso esperar isso de outra pessoa?!
Bom, eu espero isso dele, e sei que por pior que eu esteja, por mais que eu faça coisas ruins, ele ainda vai estar lá. Porque eu também estarei. E por ele, eu estaria indenpendente de qualquer coisa.

4 comentários:

  1. é por aí mesmo. e eu continuo com a minha teoria de que relacionamentos são complicados. aliás, tudo que envolve os sentimentos dos outros é complicado por si só. algumas pessoas brincam com isso. é uma coisa séria, e a gente tem que saber as medidas - não exatas,porque isso não existe - para equilibrar as coisas.
    ~b l o g~ • • • FanpageTwitterGoogle+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas por mais difícil que pareça manter esse equilíbrio não é impossível (:

      Excluir
  2. O amor de vcs é lindo amiga, continuem se compartilhando *-*
    beeeeijo beijo


    http://lladodedentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ouun, poode deixar amiga *-*

      Beijo, beijo!

      Excluir

Obg! pela visita :)
volte sempre ♥