Eu,

'            as vezes eu só preciso de um rock, uma agitação. Alcool. Algo que me tire de mim e explique minhas futuras atitudes, uma segurança de que nada daquilo terá consequências para mim.
Talvez eu só precise de um rock. Ou até mesmo uma festa de axé já sirva.
Sei que preciso ir com minhas amigas, porque no fundo sou só uma solteira carente que enche a cara todo final de semana para ser o centro da festa e passar a madrugada sob o cuidado das amigas e dos amigos que já tem namorada. Tenho essa necessidade de ser o comentário durante a semana e me fingir de envergonhada colocando a culpa na bebida ou nos problemas que recaem sobre mim.
Afinal,
eu sou uma vítima. Dos garotos, das más influências como eu, do consumismo e de uma sociedade capitalista e individualista.
Vou voltar pro banheiro do meu quarto, quem sabe vomitar o jantar, o hamburguer não pode ter tempo de se acumular na minha bunda. Retoco a maquiagem, meu batom vermelho e meu blush de garota popular. Com certeza, levo meu celular porque a vida alheia me interessa, mais do que a minha, porque isso querida, não é vida.
Tchau. A festa de hoje é às 23h.'


diário de P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obg! pela visita :)
volte sempre ♥